Wearable é a palavra que resume o conceito das chamadas “tecnologias vestíveis”, que consistem em dispositivos tecnológicos que podem ser utilizados pelos usuários como peças do vestuário.

A palavra inglesa wearable significa “vestível” ou “usável”, na tradução literal, este modo de usufruir da tecnologia a partir de uma perspectiva mais cômoda e natural para os usuários, faz parte do processo de evolução da Onipresença ou melhor dizendo Presença On Line, na vida das pessoas.

Os dispositivos wearables são um passo para a concretização da chamada Internet das Coisas, que se caracteriza por manter a constante conectividade entre diferentes tipos de objetos comuns no cotidiano dos indivíduos.

Óculos, relógios, sapatos, pulseiras, camisas e etc. São diversos os exemplos de como a tecnologia móvel pode ser inserida em diferentes acessórios, seja como uma fonte de informação, comunicação ou entretenimento para os seus utilizadores.

Os wearables, assim como define o conceito da Internet das Coisas, ajudam a construir um ambiente em que a tecnologia passa a estar intrinsecamente ligada ao dia-a-dia das pessoas de modo imperceptível.

Quem é empreendedor ou um amante de tecnologia, já deve ter ao menos ouvido falar no Google Glass, os óculos que rodam Android. O hardware é parecido com o de um smartphone e foi projetado para ajudar nas tarefas diárias utilizando sensores, câmera e comandos de voz.
Depois do Google, outras empresas correram atrás e já montaram seus produtos concorrentes, como é o caso da Sony e da Samsung.
Além dos óculos, quase todas as fabricantes de smartphones já possuem sua versão de smartwatches, como Apple, Samsung, LG e a Motorola.

Estes são exemplos do que são praticamente computadores, com sistemas operacionais voltados para atender o usuário de forma genérica, ou seja, cada um do seu jeito. Mas também existem os que atendem necessidades específicas, como são o caso de cintas que medem os batimentos cardíacos, pulseiras que medem o sono, tênis que medem os passos entre outros.

E a pergunta “o que são wearables” agora parece que tomou outra dimensão.

Uma ideia inovadora pode significar meses a frente dos concorrentes, que cedo ou tarde também irão chegar lá, e isso no mundo dos negócios se traduz em dinheiro.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll Up